1 de out de 2007

A vez das massas

Nossa fome estava grande e por isso o jantar precisava ser bem servido. Decidimos comer em um restaurante que já conhecíamos, onde há uns anos experimentamos uma picanha no espeto que vinha com vários acompanhamentos.
Enquanto caminhávamos rumo a esse local passamos na frente da Cantina San Marco. Não resistimos à foto da lasanha gratinada que vimos num banner logo na entrada. Parecia saborosa e suficiente para nos satisfazer. Deixamos a picanha para outro dia e resolvemos provar a massa.

Como em quase todos restaurantes de Serra Negra, a decoração é simples e informal, igual ao serviço. Boa parte de quem atende os clientes – garçons ou proprietários –, é gente animada e divertida. Passam por todas as mesas perguntando se a comida está boa e depois dão um jeitinho de puxar papo. Dá pra conseguir ótimas dicas turísticas com eles.
No cardápio, pizzas, massas e molhos caseiros aguçavam ainda mais nossa fome. E a decisão foi mesmo pela lasanha gratinada na versão verde, com recheio de quatro queijos e molho à bolonhesa (R$ 22 individual e R$ 38 para duas pessoas).

A foto não saiu muito boa, mas nós garantimos que ela entrou para a lista das nossas lasanhas inesquecíveis. Sem exageros. A massa era leve e o recheio muito cremoso. E o fato de ter sido gratinada no forno à lenha fez toda diferença em relação ao sabor e à textura.
Depois de uma refeição tão simples e reconfortante, com gosto de comida da vovó, dispensamos a sobremesa só para beliscar o que tinha sobrado do pão caseiro servido enquanto esperávamos o prato. Ele chegou fresquíssimo à mesa – foi preparado poucas horas antes e estava tão saboroso que não seria justo desperdiçar nenhum pedacinho.

E nada melhor que terminar a noite com uma caminhada pelo centro da cidade, sem perceber o passar das horas e, principalmente, sem a mínima necessidade de olhar para todos os cantos nas ruas escuras ou de menos movimento.

Sugestão do chef: para garantir o frescor e a qualidade da comida, os pratos são preparados na hora e demoram entre 30 a 40 minutos, dependendo do pedido. Enquanto isso, aproveite para tomar a caipirinha de saquê (R$ 8). O copo não é tão grande, mas ela é feita com capricho.

Cantina San Marco: Av. Gov. Laudo Natel, 32 – Serra negra – SP
Tel: (19) 3892-2844

4 comentários:

  1. Uma boa caminhada tranquila depois de um jantar sempre fecha a noite com chave de ouro né.

    Pena que nas grandes cidades isso está morrendo cada vez mais.

    E a lasanha deu fome por aqui.

    Abraços
    Diego

    ResponderExcluir
  2. Lembro que no dia que quase entramos neste restaurante, alguém teve a idéia de ir ao alemão. Adoro massas, mas a maioria queria comida alemã. Tbm estava ótimo, com porções fartas e bem feitas.
    bjo,
    Nina.

    ResponderExcluir
  3. Diego, você estava sumido! Infelizmente as grandes cidades do Brasil estão muito violentas.

    Nina, nós também fomos ao alemão e ele será nosso próximo post. Mas não escolhemos nenhum prato alemão dessa vez.

    ResponderExcluir
  4. Opa, maravilha!!! Acho que hoje é o dia internacional das massas nos blogs, hehehehehe...

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails