18 de jun de 2009

Para ir sem pressa

O corredor de uma casa aparentemente residencial na Vila Madalena leva a um dos representantes da culinária do Marrocos em São Paulo, o restaurante Agadir.

No sábado em que estivemos lá para um almoço, tomamos o cuidado de chegar cedo. A decisão foi influenciada pelos relatos sobre a demora no serviço que ouvimos de diversas pessoas. Mas vale ressaltar que, ao chegarmos, o garçom informou espontaneamente que tudo é preparado na hora e, por essa razão (segundo ele), os pratos costumam demorar. Gostamos da atitude, pois se estivéssemos com pressa, voltaríamos outro dia sem grande estresse.
Como não era o caso, tratamos de pedir as bebidas. Para a Débora, suco de laranja com pepino e um toque de água de flores de laranjeira (R$ 4). Combinação das mais refrescantes e pouco comum.

Eu dividi com os amigos que nos acompanharam um bule de chá verde com hortelã. Custa R$ 5, rende uns três copos e é excelente.

Nossa escolha para a entrada foi uma opção chamada Sabores do Marrocos (R$ 18), um combinado com quatro pastas à base de berinjela, lentilha, espinafre e tomate com pimentão. Elas misturam ingredientes como gengibre, páprica doce e coentro, tudo muito aromático e saboroso.

Pena que uma delas, a Zaalouk (de berinjela), só chegou à mesa no final do nosso almoço. Um erro que nem mesmo as advertências do garçom sobre o serviço justificam, principalmente porque o restaurante estava quase vazio.

Para o prato principal, a especialidade da casa: couscous marroquino. E eles nem demoraram tanto para chegar. A Débora gostou do M Zabi (R$ 30), que trazia frango com molho de lentilhas.

Eu pedi o Royal, que além de conter legumes, é servido com uma carne que pode ser cordeiro ou vitela (R$ 32). Escolhi cordeiro e achei que combinou bem. Para acompanhar, um molhinho que pelo jeito cumpre a função de realçar o sabor.

Saímos com a impressão de que o Agadir é um restaurante bem interessante, mas absolutamente contra-indicado nos dias em que a paciência estiver escassa.

Sugestão do chef: No jantar, às sextas e sábados, acontecem apresentações de dança do ventre.

Agadir: Rua Fradique Coutinho, 950 – Vila Madalena – São Paulo – SP – Telefone: (11) 3097-0147

12 comentários:

  1. Que cardápio divino.
    Sempre quis experimentar comida marroquinha deve ser bem picante???
    Um abraço...

    ResponderExcluir
  2. Que delicia de lugar, fiquei super curiosa pra conhecer!! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Camila,
    Pelo menos lá no Agadir a comida não é picante, não.

    Carol,
    Depois nos diga se gostou

    abs,

    Débora e Fernando

    ResponderExcluir
  4. Isto é o que podemos chamar de slow food!
    Eu gosto muito de comida marroquina, mas só fui ao Tanger e gostei bastante.
    Taí um bom pra ir e com bastante tempo! rsrs
    Abs.

    ResponderExcluir
  5. Eu já fui há tantos anos e adorei!!!! Boa recordação.
    Bjks
    Patsy

    ResponderExcluir
  6. Certa feita, trabalhei durante alguns dias seguidos na Fradique Coutinho, na produção de um catálogo de moda. No último dia fomos ao Agadir! :D
    Meu primeiro impacto com culinária marroquina, é bem veradade. Mas como bem dizem: A gente nunca esquece a primeira vez né?!

    ResponderExcluir
  7. Edu,
    Boa sacada! Slow Food, com certeza.

    Patsy e Rodrigo,
    Legal saber que relembraram o Agadir pelo nosso post.

    abraços,

    Débora e Fernando

    ResponderExcluir
  8. Eu fui até lá no ultimo sabado (11/07) e me apaixonei pelo lugar... a casa não estava cheia, então o serviço foi de primeira. O Cuscuz Royal é muito bom, mas não se pode ir com muita fome... para beber, a caipirinha de Akar com limão siciliano é muito boa, mas o Akar é forte. Para fechar, o cha verde com hortelã, simplesmente uma otima opção para o final de semana.

    ResponderExcluir
  9. Meu nome é Tatiana Vegi e tenho um site feminino de Dicas para o sucesso das Mulheres, a Sintaliga (http://www.sintaliga.com.br ).

    Temos um espaço especial para divulgarmos Blogs de interesses Femininos, a nossa lista já tem mais de 450 Blogs cadastrados.
    Gostaria de convidá-la(o) para divulgar o seu Blog na Sintaliga.

    Para entrar na lista de Blogs Femininos da Sintaliga é super simples.

    Basta fazer o seu cadastro http://www.sintaliga.com.br/dicas-para-mulheres_cadastre-se depois fazer o seu login (e-mail+senha) e então acessar o link ‘Divulgue seu Blog” http://www.sintaliga.com.br/dicas-para-mulheres_divulgar-blog preencha as informações e clique em Salvar. Pronto! Seu Blog já estará Sintaligado.

    Será uma honra poder contar com o seu Blog na nossa lista de Blogs Femininos.

    Beijos e Obrigada

    Tat Vegi
    sintaliga@sintaliga.com.br
    www.sintaliga.com.br/dicas-para-mulheres

    ResponderExcluir
  10. Olá, cheguei só agora aqui, parabéns pelo blog.
    Quando estiverem pelo interior, visite-nos em Piracicaba, estamos a 11 anos servido Peixes e Frutos do Mar, será um prazer recebe-los as margens do Rio Piracicaba.
    Abraços
    Sanny e Dalmo

    ResponderExcluir
  11. Hola,

    Su blog ha captado nuestra atención por la calidad de sus recetas.

    Agradeceríamos que lo registre en Ptitchef.com para poder indexarlo.

    Ptitchef es un directorio que referencia los mejores sitios web de
    cocina. Cientos de blogs ya se han inscrito y disfrutan de Ptitchef
    para darse a conocer.

    Para suscribirse a Ptitchef vaya a
    http://es.petitchef.com/?obj=front&action=site_ajout_form o en
    http://es.petitchef.com y haga clic en "Anade tu blog " en la barra la
    parte superior.

    Atentamente,

    Vincent

    ResponderExcluir
  12. sent programsis existence honble robin misuse africaon soltan budget frosts offices
    masimundus semikonecolori

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails