18 de mai de 2008

Aproveitando a tarde

Depois do almoço caprichado, a programação era pegar o bondinho do Monte Serrat e avistar a cidade lá de cima, mas os salgados R$ 15 cobrados por pessoa fizeram com que desistíssemos do passeio.

Como plano B, decidimos dar uma volta pela orla e aproveitar a caminhada para procurar alguma sorveteria, já que o calor continuava forte.
Santos é uma cidade bonita, mas infelizmente a poluição da praia não passou despercebida. Vimos muita sujeira, um mar cinza e uma areia escura.


O jeito era mesmo focar na busca pelo sorvete.
Encontramos a sorveteria Lip's, que nos pareceu espaçosa e agradável.

Ela funciona no sistema self-service, em que o preço é cobrado por quilo (R$ 29,90).
Gostamos da variedade de sabores, todos de fabricação própria. Foi difícil decidir o que provar.


Ficamos com os cremosos abacaxi ao vinho, floresta negra e creme com frutas cristalizadas. Dos sorbets, escolhemos o de amora e o de manga, nossos preferidos.

Os sorvetes estavam muito bons e com textura firme, nenhum apresentou sabor artificial. Os de frutas, inclusive, lembravam suco congelado!
Deixamos a sorveteria e fomos ao Orquidário Municipal de Santos (R$ 1 o ingresso), um pequeno parque que abriga diversas espécies de animais e plantas.

O espaço é tranqüilo e muito arborizado. Passamos momentos deliciosos em meio à natureza e aos bichos e, de quebra, fugimos um pouco do calor.


Sugestão do chef: além dos sorvetes de massa vendidos por quilo, a Lip's oferece boa variedade de picolés e também açaí expresso, mas esses ficarão para a próxima visita.

Lip's sorvetes: Av. Bartolomeu de Gusmão, s/nº (entre as ruas Imperatriz Leopoldina e Dr. Isidoro J. R. de Campos) – Ponta da Praia – Santos – SP.
Orquidário Municipal de Santos: Praça Washington, s/nº – José Menino – Santos – SP. Tel.: (13) 3237-6970/(13) 3225-1353.

8 comentários:

  1. Decididamente preciso conhecer Santos! acho que a minha única lembrança é da balsa que liga com Guarujá.
    bjo,
    Nina.

    ResponderExcluir
  2. Um post sobre Santos, com comida e tartaruga? É, esse é o meu tipo de blog (risos).
    Sou louca para visitar o Orquidário, ainda preciso fazer um bate-volta especialmente para visitar o lugar. Parece irreal.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Nina, acho que você vai gostar bastante de Santos e é super perto, dá pra ir e voltar no mesmo dia.

    Pois é, Emília, nós também temos nosso lado eco! O Orquidário é incrível, você vai amar.

    ResponderExcluir
  4. Adorei os posts sobre a viagem a Santos. Como santista de nascença, agora paulistano adotivo, só tenho um ponto a defender! A poluição...
    De fato as praias são poluídas apesar de muito esforço para mantê-las limpas. Mas tirando a sujeira deixada nas praias (que são limpas todos os dias pela madrugada por tratores e caminhões), a poluição da água não é visível! A areia é naturalmente escura e fina, e sua suspensão deixa a água com aparência escura na parte raza. Algumas outras praias de água verde são mais poluídas.
    Recomendo na próxima ida a Santos uma visita ao Museu de Pesca. Está um pouco decadente, mas há uma interessante sala com amostras de areia coletadas de todas as praias brasileiras, onde se pode ver a diferença da areia de Santos...
    Abraços e parabéns pelo trabalho!
    Eduardo

    ResponderExcluir
  5. Eduardo, bom saber que você que é santista gostou dos nossos postos sobre Santos. Obrigado pela dica do museu, ainda não conhecemos. Aliás, esse passeio por Santos nos mostrou que precisamos repetir a dose pois deixamos de visitar muitos lugares bacanas que a cidade tem.
    Abraços,
    Débora e Fernando

    ResponderExcluir
  6. Débora e Fernando,
    Já que vão mesmo voltar, mais uma dica:
    Não deixem de visitar o Monte Serrat apesar do amargo preço cobrado... Realmente é muito caro e o local oferece pouco além da vista. Mas que vista!!
    Acho que os santistas não souberam valorizar e divulgar essa que para mim é a melhor atração da cidade. De lá se tem uma ótima visão do centro da cidade, do porto, da serra do mar e dos morros da cidade. A praia se vê ao longe.
    Para uma visão deslumbrante da praia, vá ao morro do Voturuá (morro da Asa Delta), na divisa entre Santos e São Vicente na praia. Pode-se subir de carro ou de teleférico a partir da praia de São Vicente.
    Bom passeio!
    Abraços,
    Eduardo

    ResponderExcluir
  7. Legal o post sobre Santos!
    Mas é preciso um esclarecimento... A cor cinza da água é devida ao tipo de areia que fica em seu fundo. O mar só fica com uma cor mais verde em dias absolutamente ensolarados e de céu muito limpo (a combinação do tipo de fundo mar com o reflexo do céu é o principal fator que define a cor das águas dos mares de nosso planeta). Se no fundo do mar de Santos tivéssemos apenas predras brancas, a cor seria lindíssima (embora, realmente, em uma análise microscópica, a água infelizmente seja poluída).
    Aiiiii, Santista defendendo sua cidade é fogo!!!!!! Mas é que não dá para ouvir quieta as pessoas falando, erroneamente, que a cor do mar cinza deve-se à poluição!!!"... rsss

    ResponderExcluir
  8. O Morro da asa delta NÃO FICA NA DIVISA ENTRE SANTOS E SÃO VICENTE COMO O COLEGA DISSE. ESSE MORRO FICA EM SÃO VICENTE E NÃO NA DIVISA !

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails