6 de jan de 2010

Um domingo em San Telmo

Nosso primeiro dia em Buenos Aires foi um domingo, por isso já tínhamos definido o tradicional bairro de San Telmo como destino do passeio inaugural pela cidade.


É que esta é a data da tradicional feira que acontece por lá, um ótimo momento para conhecer melhor a cultura local, ouvir as apresentações ao ar livre de grupos musicais e, claro, comprar um pouco de tudo.

O endereço original é a Plaza Dorrego, onde a feira de San Telmo se originou com a venda de antiguidades. Hoje é bem mais do que isso e se estende por toda a Calle Defensa, rua que começa ao lado da Plaza de Mayo. Por essa razão, quem vai à feira pode aproveitar para conhecer a Casa Rosada. Foi exatamente o que fizemos, uma pena o museu que funciona no local estar fechado, em reforma para os 200 anos da Revolução de Maio – assim como o Teatro Colón e alguns outros prédios públicos.

Ao sair da sede do governo argentino, começamos a percorrer a rua Defensa e, ainda satisfeitos com as “medialunas com dulce de leche” do café da manhã, resistimos à tentação de entrar na fila do churipan (o pão com lingüiça deles).

Depois de muito olhar a infinidade de objetos expostos, encontramos uma simpática moça que vendia tortas e bolos feitos com massa integral. Escolhemos na hora uma torta de abóbora com queijo e semente de girassol. Deliciosa!

Era o que precisávamos para seguir com energia por mais algumas das muitas quadras ocupadas pela feir...(ona!). No trajeto, em meio aos expositores e às lojas de antiguidades, fomos avistando diversos restaurantes e bares bem interessantes. Nossa paixão à primeira vista por San Telmo só se confirmava... Até que entramos no meio de uma bagunça deliciosa! Era uma legião de portenhos pulando ao som de uma certa banda de rock, turistas de várias partes perguntando o preço dos produtos nas barracas, casais vestidos com trajes de época posando para fotos... bastou olhar para a placa e confirmar: finalmente estávamos na Plaza Dorrego. Ali, sim, são comercializados quase que exclusivamente objetos antigos.

É engraçado de ver, dá uma certa sensação de que voltamos no tempo. Pode ter sido o começo de tudo, mas, na nossa opinião, está longe de ser o trecho mais interessante da feira dominical.
O fato é que já tínhamos visto tudo, mas ainda não estávamos com uma fome que justificasse encarar pratos mais consistentes, apesar da grande oferta de menus executivos a preços atraentes. Por essa razão, não pensamos duas vezes quando vimos a possibilidade de petiscar alguma coisa acompanhada de cervejas artesanais argentinas. Garantimos logo uma mesa no Patio Cervecero.

Com apenas dois garçons tendo que dar conta de todo o movimentado salão, quase foi preciso implorar pelo cardápio. Quando chegou, logo decidimos que as empanadas seriam a estrela principal do nosso primeiro almoço em Buenos Aires. A Débora pediu um combo com duas de carne suave mais chope Quilmes por 16 pesos (em torno de 8 reais).
Eu resolvi provar empanadas típicas de três diferentes regiões. Cada uma custa 4 pesos e traz diferenças sutis na receita.

A Jujeña leva carne picada, cebolinha, pimenta Ají, tomate e ovo cozido. Já a Salteña é feita com carne cortada na ponta da faca, batata, azeitona, cebolinha, ovo cozido e pimenta Ají. E, por último, a Mendoncina, com carne picada, cebola, ovo, azeitonas pretas e cebolinha. As três, assim como as de carne suave, estavam bem oleosas, o que não é uma regra na Argentina, como veríamos mais tarde. No entanto, precisamos confessar que o sabor estava sensacional!
A Débora já bebericava sua refrescante e sempre boa Quilmes enquanto eu ainda tentava escolher uma cerveja desconhecida. A demora tem pouca relação com o número de opções do cardápio e muita com o fato de algumas estarem em falta naquele dia. Terminei por escolher a Otro Mundo do tipo strong red ale, feita em Santa Fé pela San Carlos Brewery. Frutada e com o sabor adocicado do malte bem perceptível, estava excelente! Valeu, de longe, os 16 pesos. Para o começo da viagem, não poderia ter sido melhor.

Sugestão do chef: além de empanadas e opções para petiscar, o Patio Cervecero apresenta boa variedade de pratos, incluindo alguns da cozinha mexicana. Assim como diversos outros restaurantes em Buenos Aires, também serve pizza na pedra desde a hora do almoço.

Patio Cervecero: Defensa, 1084 - San Telmo – Buenos Aires - Argentina. Mais dois endereços. Tel.: (54 11) 4307-2211/ (54 11) 4307-2384

7 comentários:

  1. Que delícia! Tenho que confessar que estou com uma pontinha de inveja!

    O Zé Luis, meu namorado, é filho de argentinos (na verdade, ele foi concebido na terra do tango e nasceu na terra do samba), mas vocês acreditam que eu só fui uma única vez para a Argentina? Não conheci Buenos Aires, apenas Córdoba e Mendoza.

    Mas comi muitas coisas deliciosas! Muito churrasco na casa de parentes, empanadas maravilhosas, milanesas divinas... Ah, que saudades!

    Estou ansiosa para ler todas as suas experiências aqui!

    ResponderExcluir
  2. Que delícia vir aqui e ver a lua-de-mel tomando forma (para nós, claro! Rs...)
    Eu sou suspeita para falar de San Telmo, adoro e sou uma saudosista, admito. Assim como adoro empanadas e essas parecem estar muito boas. Fome por aqui...

    ResponderExcluir
  3. Elisa,

    Precisa conhecer Buenos Aires. E nós precisamos conhecer Mendoza e Córdoba! Apareça por aqui pra comentar nossos próximos posts e dividir suas experiências, tá?

    Emilia,

    Estávamos loucos pra conhecer San Telmo desde sua colaboração especial com a resenha de um restaurante de lá. Não nos decepcionamos em nada, viu!

    beijos,

    Débora e Fernando

    ResponderExcluir
  4. Débora e Fernando, achei por acaso o blog de vocês e gostei muito. Pude notar que vocês são além de amantes de gastronomia, adeptos de uma boa cerveja! Por isso, estou enviando esta mensagem para avisar que estou em parceria de um grande amigo meu, iniciando eventos de harmonizações de cervejas especiais, que ocorrerão no Rio e em SP, as datas ainda estão por definir, porém o primeiro cardápio já está definido.
    Acessem meu blog http://cozinhapraamigos.blogspot.com , para terem mais informações.
    Espero que gostem!

    ResponderExcluir
  5. Estou divulgando meu blog
    www.gastronomiaefotografia.blogspot.com

    Atenciosamente
    Tatiana Campêlo

    ResponderExcluir
  6. Amigos,

    Acabei de retornar de Buenos Aires e tenho que dizer que este Patio Cervecero, não funciona mais esta fechado e isso me intristeceu muito porque todas as dicas de cvs foram exclentes.

    Abraços e continuem com o blog de vcs ele é otimo.

    ResponderExcluir
  7. Marcos Lee, estamos de olho no seu blog! Por favor entre em contato sobre as harmonizações pois realmente temos interesse em participar. Gostamos bastante de cervejas!

    Tati, parabés pelo blog, estamos acompanhando.

    Gil, obrigado por prestigiar as dicas do blog. Mas que triste notícia. Quando visitamos o Patio Cervecero, o local estava lotado, sem indícios que algo não estava bem.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails