27 de jan de 2008

A casa do Brigadeiro

Quando a Nina e o Marcel nos convidaram para um café, ficamos bastante animados por saber que, além de passar algumas horas em companhia agradável, ainda teríamos uma boa oportunidade para degustar a bebida com quem aprecia e entende do assunto.
Mas depois de definirmos o local do nosso encontro, desconfiamos que o café não viria em primeiro plano, pelo menos para mim. Afinal, impossível lembrar dele depois de olhar a vitrine da Brigadeiro Doceria e Café. Eram tantas opções saborosas que a decisão não foi fácil.


Chegamos à conclusão de que o melhor seria escolher vários doces para que todos experimentassem um pouco de cada.
Começamos pelo carro-chefe da casa, o brigadeiro (R$ 3), também encontrado em versões pouco convencionais como a de pistache (R$ 3), que nos surpreendeu pela cremosidade e por ser feito com a própria semente triturada, sem gosto de essência.

Depois vieram os bolos, todos cobrados conforme o peso de cada pedaço. O de mousse de chocolate com avelã (R$ 4,80) foi sugestão do Fernando, que acertou em cheio, já que a mousse leve e o açúcar na medida garantiram um sabor bem equilibrado.

A Nina escolheu o melhor bolo de milho (R$ 2,50) que eu já comi. A massa era cremosa e o açúcar polvilhado deu um toque bem especial.

Eu fiquei com o bolo surpresa (R$ 2,80): massa branca – igual à de bem-casado – recheada com brigadeiro tradicional, brigadeiro branco e farofa crocante. Uma delícia para as pessoas que, como eu, gostam de bolos bastante açucarados.

O Marcel foi de sorvete, ou melhor, de sorbet de tangerina (R$ 4) e de limão com manjericão (R$ 4). Este último era tão aromático e exótico que fez um tremendo sucesso.

Para não fugir totalmente da idéia inicial de degustar café, pedimos dois espressos puros da marca Suplicy, além de um espresso com Baileys.

Gostamos da bebida, mas depois de tanto açúcar é melhor falar sobre ela em outra ocasião pois, certamente, seu sabor característico foi alterado depois que começamos a provar os doces.
Mas não foram apenas os doces caprichados e o bom papo os responsáveis pela tarde gostosa que passamos.

A ambientação do local merece destaque por ser simples, e muito aconchegante, principalmente a parte superior que tem como proposta simular os cômodos de uma casa.

E para deixar os clientes ainda mais à vontade, plantas e animais de estimação, como pássaros, tartarugas, peixes e coelhos deixam a atmosfera mais intimista.


Sem dúvida fizemos uma ótima escolha e as horas que passamos ali só não foram melhores por culpa do verão gelado e chuvoso que anda fazendo aqui em Sampa. E para espantar o frio, nada melhor que um chá para acompanhar as bolachinhas caprichadas de chocolate com pistache e de matcha (chá verde em pó) que a Nina preparou com muito carinho para nós.

Sugestão do chef:todos os móveis e objetos que decoram a Brigadeiro estão à venda. É possível levar pra casa desde o sofá florido até o porta-sacolas de plástico em formato de peru!


Mas é bom dizer que, apesar de estarem expostos em uma doceria, os preços cobrados por esses itens são bem salgados.

Brigadeiro Doceria e Café: Rua Padre Carvalho, 91 – Pinheiros – São Paulo – Tel.: (11) 3813-6656

11 comentários:

  1. Queremos voltar lá qdo estiver um clima bem bonito, ensolarado.
    Achei que vcs fossem descrever o Bolo Surpresa como daqueles que "fazem a garganta coçar"! Adorei esta expressão, começamos a usar para designar tudo que é super doce!
    bjinho,
    Nina.

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus! De olhar tudo isso fiquei com muita água na boca...
    bjs, andrea

    ResponderExcluir
  3. Débora e Fernando,

    Fiquei com água na boca, amo chocolate e por consequência brigadeiros. E que tortas maravilhosas, TODAS super apetitosas. E o lugar, como vocês descrevem é muito aconchegante. Quando for a Sampa quero provar !
    Beijos,

    ResponderExcluir
  4. Mandaram bem, hein!! Nível elevadíssimo de sangue no açucar, ops, de açucar no sangue... Mas não tem como negar que todos os doces foram muitíssimo em escolhidos.

    Mas o mousse do Fernando mexeu mais comigo :-)

    ResponderExcluir
  5. O QUE É ISSO?!
    Cheguei aqui no blog sem querer e me deparo com essa dica...
    Maravilha!

    ResponderExcluir
  6. "dijuz craist.." que perdição isso aí!!! e eu que nem gosto tanto assim de doces, estou com a boca cheia d'água! mnhom, mnhom! será que foram as fotos bem feitas? eehehe...

    ResponderExcluir
  7. Nina,
    O termo aparecerá em outros posts!

    Andrea,
    E os doces russos, como são?

    Majô,
    Vale a pena passar por lá quando vier a Sampa. Pelos doces e pelo local agradável, temos certeza que você irá gostar.

    Diogo,
    E ainda tem uma torta de Nutella que deixamos pra experimentar numa próxima!

    Mirella,
    Vem mais dicas boas nos próximos posts. Bem vinda ao blog!

    Luzinha,
    A Débora caprichou nas fotos, mas acho que nem precisava...

    abraços

    ResponderExcluir
  8. sabe de uma coisa ? acho que vou ficar de mal do casal... vcs devem ser malhados, esculturais pra ficar fazendo sacanagem assim com mortais como eu indicando tantas delicias culinárias... assim fico mais gordito ainda...dêem uma folga né ??/nem todo mundo é apolo como vcs...hehe
    bjs e abs
    ricardo

    ResponderExcluir
  9. heiii... fora que vcs estiveram no celeiro da granja...podiam ter avisado e tomado um cafezinho aqui em casa que fica a 3 kms do celeiro...´perderam, bem feito...
    abs

    ResponderExcluir
  10. Ricardo,
    Fica tranquilo que lá também tem uns docinhos "lights".
    VAMOS MARCAR ESSE CAFÉ. Só não sugerimos a Brigadeiro Doceria pra você não dizer que é perseguição!!! (rsrs)

    abraços,

    Fernando e Débora

    ResponderExcluir
  11. boa noite, chocolate e bom demais.bjs

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails