12 de mai de 2009

Farto jantar chinês

Pela primeira vez estivemos no bairro da Liberdade à noite, e foi estranho ver todas as lojinhas e os mercados fechados, além das ruas com pouca gente.
O destino do nosso jantar já estava decido: o Restaurante Massa Chinesa Rong He.
O cardápio é extenso e variado, mas não demoramos muito para fazer nossos pedidos, pois também já tínhamos idéia do que gostaríamos de experimentar.
Normalmente o Fernando não deixa pra trás uma porção de guiozas. Eu, há tempos prometia provar o pão cozido no vapor e recheado de carne. Só faltava ir a um restaurante chinês tradicional para cumprir a promessa.
Já os nossos amigos só pensavam no Yakissoba.
Os pães cozidos ao vapor com recheio de carne bovina foram os primeiros a chegar (R$ 14).

A massa é muito macia e, sem dúvida, é uma opção indicada para fugir das entradas triviais.
Na sequência, a excelente e generosa porção de guioza recheada de carne suína (R$ 16) não demorou para sumir da mesa.

E por falar em porção generosa, achamos que não daríamos conta de comer todo o Yakissoba (R$ 22), que, curiosamente veio junto com uma tesoura para ajudar a cortar os fios compridos do macarrão.

Estava muito bom, cozido na medida certa e com molho bem temperado. A quantidade de carne e frango também era muito boa. E o frescor dos legumes ressaltou o sabor do prato.
As sobremesas mais comuns dos restaurantes chineses são as frutas caramelizadas, mas, dessa vez, o sagu com leite de coco (R$ 4) nos pareceu interessante.

Conforme começamos a comer, percebemos que pedaços de melancia também faziam parte do doce, apesar de o cardápo não informar. Foi uma combinação interessante, mas é muito provável que não agrade a todos.

Mesmo depois de satisfeitos, ficamos curiosos para ver como seria o pão cozido no vapor recheado de doce de feijão (R$ 14).

A massa estava tão macia quanto a do pãozinho de carne. O recheio de doce de feijão, na minha opinião, estava bom, mas nem todos gostaram. Sorte minha poder levar pra casa o que sobrou!

Sugestão do chef: a principal atração do Rong He é assistir ao cozinheiro que faz malabarismos esticando, torcendo e puxando a massa do macarrão. Dessa forma, ele transforma a massa em fios compridos e finos, sem precisar de rolo. Um verdadeiro show!


Restaurante Massa Chinesa Hong He: Rua da Glória, 622 A – Liberdade – São Paulo – SP – Tel.: (11) 3275-1986.
Related Posts with Thumbnails